domingo, 13 de março de 2011

pray



Já queria ter escrito, mas nada me surgiu naquele dia em que sonhei contigo, custou-me já não sonhava contigo à tanto tempo, já não via a tua imagem daquela forma, ainda te oiço nos meus pensamentos. Sinto a tua falta, acho que todos nós sentimos claro, mas o tempo passa e nestas alturas é que vejo que o tempo passa tão rápido. Queria-te ao meu lado, é um dos pedidos que te faço todas as noites. Custa-me acreditar que foi em Setembro , parece que foi o mês passado mas as saudades são tantas e sei que não há forma de as matar. Desculpa se ainda não fui ao cemitério mas não suportaria ir lá e reforçar mais a ideia do que aconteceu, prefiro guardar-te todos os dias e tu sabes que penso em ti todos os dias, que falo contigo todas as noites, desculpa-me mais uma vez o meu lado cobarde manifesta-se mas é porque não suporto a ideia de ir lá ou de reviver o que vivi da ultima vez que te disse adeus. Não suporto, desculpa.

25 comentários:

ana moura disse...

gostei querida!
obrigada cátia.

RuteRita disse...

então querida? é normal, à pessoas que nao se dão nada bem no cemitério. mas e daí ? conheço imensas pessoas que vão ao cemitério depois da pessoa falecer so para os outros verem. é estúpido. dar o devido valor é enquanto estão vivas, o resto ? é só mais um aconchego e hábito. não te sintas assim, a minha avo tmbm faleceu e é raro eu ir lá, além de a minha mae ir quase todos os dias e me chatear para ir. contudo, ela sabe q eu estou sempre com ela

RuteRita disse...

infelizmente há gente que faz isso. duvida dos nossos sentimentos

RuteRita disse...

é mesmo tao booom !

filipa disse...

obrigada minha querida.
adorei

RuteRita disse...

ah princesa. é por isso que eu nunca digo que tenho um

RuteRita disse...

odeio pessoas assim !

marta disse...

eu acho que já está a sentir!

RuteRita disse...

enfim princesa

Maria disse...

Não é por ires ao cemitério que demonstras o quando gostas dele. O que interessa é que está sempre no eu pensamento e no teu coração, isso é o mais importante.

Danii disse...

Um dia publico alguns no blog :)

Carla disse...

percebo-te tão bem. está lindo.

béc's. disse...

adorei, está lindo. e, força. :\

Filipa disse...

obrigada, o teu blog está bem giro :)

filipa disse...

oh, a sério ? $: muito obrigada, doçura <3

filipa disse...

também nao sei x) foi uma amiga minha que colocou, mas é um Jeff qualquer , acho eu x)

béc's. disse...

o nosso coração é um orgão extremamente forte, nos pontos do meu já teria desistido à muito.
um beijinho*

Filipa disse...

yap, houve uma alminha desgraçada no ministério que se lembrou "Hey bora dar mais trabalhos aos putos de 9º? Testes intermádios a tudo! MUAHAHAHA"
é mesmo sadismo, enfim --'

obrigada (:

Tátjii* disse...

e espero que faças uso a frase :')
força $:

Nina disse...

Esse post é real mesmo?

puxa! Meu pêsames!

bjos

Rah . disse...

Oii, é normal a dor vir qando se perde algo, e mais normal ainda tentar evita-la. Como tbm é normal não querer ir em determinado lugar e ter lembranças que vc desejaria nunca ter ocorrido.

Bem, de qualquer forma vc não precisa ir no cemiterio para lembrar de determinda pessoa, ela sempre estara com a gente, onde quer que agnt vá, bem aqui nos nossos corações.

Boa sorte aí.
Beeijos.

Vanessa disse...

Devido a problemas pessoais tive que tornar o blog privado e estive assim durante imenso tempo, mas sem vocês, queridos seguidores, que antes me liam, não faz sentido. Peço desculpa pela minha prolongada e repentina ausência mas agora estou de volta, espero que me aceitem de novo e obrigada :)
Se tiverem interesse em voltarem a ler-me enviem um mail como o e-mail que utilizam na conta do blog para o meu e-mail: quandocrescerqueroserumaprincesa@hotmail.com, para que eu vos possa adicionar como leitores convidados uma vez que a torná-lo público de novo é impensável.
Um grande beijinho e um grande obrigada, Vanessa :)

ana costa disse...

gostei muito!
sigo*

Carla disse...

muito obrigada!

Marta disse...

acho que nao tens que pedir desculpa, seja quem for sabe o porque de nao conseguires lá ir. Nao interessa quantas vezes vais ou foste ao cemiterio, interessa sim o sentimento que sentes por essa pessoa e a maneira como a guardas no teu coraçao :)
beijinhos e força