sexta-feira, 20 de agosto de 2010

A culpa é tua! e mais não digo


Vivemos de baixo do stress do quotidiano, das viagens rotineiras para casa, trabalho, escola e não conseguimos ver o quanto isso prejudica.
Falo de tudo à minha volta, de pessoas em geral ou até me refira a pessoas mais especificas, mas cada um saberá carregar as próprias atitudes.
*
Observemos os factos e gozemos, humano que é humano sobre pressão, stress ou mesmo rotineiro ao mínimo problema acusa logo o do lado, o que aos meus olhos de facto é um acto bastante aliviante mas irritante ao mesmo tempo!
*
Entre episódios já assisti a pessoas com idade para ter juízo a agir como crianças que só querem bater o pé e dizer " Eu tenho razão e tu não! "
*
Só pedia em nome da amizade, do amor, da poluição ... seja o que for deixem de olhar para os defeitos dos outros quando não conseguem ver o nível dos vossos, sejamos realistas somos humanos -.-'

10 comentários:

PinkMoon* disse...

Eu concordo contigo *

Rute disse...

Tudo o que disses-te e verdade... seja porque motivo for as vezes e acho que posso dizer que ja aconteceu a toda a gente, culpa-mos o do lado...
Mas ha uma diferenca... ha quem saiba falar, resolver tudo, perdoar, ouvir, perceber e ha aqueles que preferem apenas acusar.
E esta pequena diferenca que faz e dita quais sao os humanos de verdade... Toda a gente gosta e merece que percebam o seu ponto de vista...

Pelo que te conheco posso dizer que ouves sempre os dois lados e nao tomas partidos, percebes ambos os pontos de vista e isso e uma atitude que hoje em dia e rara... E preciso mais razoes para dizer que es e seras sempre a minha inspiracao? : ) LOVE U

PinkMoon* disse...

Oh obrigado :)
Que querida. Digo o mesmo do teu, apesar de ser recente :)

Joanna disse...

a última frase diz tudo. e como se costuma dizer " quem não tem telhados de vidro , que atire a primeira pedra " . Amo-te @

Camilóófsky disse...

Disseste tudoo :o

Vii Henriquez disse...

Escreves tão bem, e encaras o factos de uma maneira tão real. de facto, cresceste tanto, estás mesmo uma mulher feita @


Amo-te !

Tatiana Revez disse...

Olá Cátia
Concordo contigo, tudo o que disses-te é verdade!
É a realidade :)
Obrigada pelos comentários :D

Mariana disse...

Fragilidade, não é desistência. Não tenho a mais pequena duvida do que passas ao ver o teu avô passar por isto, eu mesma o fiz com o meu avô e o cancro, por sua vez também era no intestino. No cancro, a cura dói mais que a doença. Mas tenho a certeza que em momentos de maior agonia, é em ti e no teu irmão que o teu avô encontra força, encontra paz e suprime de alguma forma a dor que sente. Se o teu avô não vê o que tanto ensinou aos seus netos, fá-lo ver, mostra-lhe que graças a ele, tu és hoje uma pessoa de ambição, lembra-lhe o que passaram juntos, o que te fez crescer; se ele não sorri para ti, sorri tu para ele. Acredita Cátia, para um avô nada é mais consolador do que um sorriso dos seus netos. Dá para entender que o teu avô tem uma presença muito honrada na tua vida, e com certeza que ele se orgulha muito disso; dá-lhe a esperança que queres que ele tenha.
Força :)

Glo disse...

Concordo :)

Ana disse...

Desculpa se já não estou presente, mas continuo a morar no mesmo sitio e a achar de ti a pessoa que sempre achei, forte e heroica' ahah :D

Obrigada!