terça-feira, 24 de agosto de 2010

Heart Beating


Alteramos tudo, o modo de sorrir, agir, falar e de pensar se amarmos mesmo alguém.
^
Eu cresci tanto na minha relação de 3anos, mudei e dei o que podia dar de mim.
Há alturas que estamos completamente apaixonadas outras que a cabeça está prestes a explodir, e nos momentos em que estamos quase quase no limite, o coração chama-nos à razão. Fazemos uma retrospectiva do que vivemos e sentimos, as discussões e os sorrisos.
De facto estar apaixonada é a melhor coisa do mundo mas parece que tudo se desfaz com uma discussão forte.
*
Estamos constantemente num teste se damos valor a tudo, se correspondemos da maneira que o outro espera, tudo. Os erros são mais tarde atirados para uma conversa onde só saem duas pessoas magoadas, e nesse preciso momento as coisas boas ficam postas em causa, como se nada mais houvesse.
**
Diz-se coisas que se pensa e não se pensa, a cabeça descarrega tudo e o coração contrai-se e mostra-se magoado.
***
As lágrimas são inevitáveis mas podiam ser controladas naquele momento. Não que se trate de mostrar fraqueza, trata-se de mostrar que aquilo não nos leva a lado nenhum e que não quero alvejar ninguém com palavras.

O meu coração cede até hoje !

...O coração faz coisas por razões que a própria razão desconhece !

8 comentários:

Glo disse...

"Estamos constantemente num teste se damos valor a tudo, se correspondemos da maneira que o outro espera, tudo. Os erros são mais tarde atirados para uma conversa onde só saem duas pessoas magoadas, e nesse preciso momento as coisas boas ficam postas em causa, como se nada mais houvesse."
Cátia, eu não conseguia dizer de forma melhor. É tal e qual isso!

Joanna disse...

Eu acompanhei essa relação e sem dúvida que cresceste muito com ela, no fundo, "tudo acontece por alguma razão"
Está lindo, adorei :D
A frase final, resumo tudo. Amo-te @

Camilóófsky disse...

"...O coração faz coisas por razões que a própria razão desconhece !"

É que é mesmo isto!
Nem mais, não podias ter dito de melhor forma.

Está lindo o texto :')

Rute disse...

Pensar pensa-se com a cabeça mas é o coração que sente tudo...
Se estamos contente, excitados, euforicos com alguma coisa ele bate mais rapido, a uma velocidade sem limite... Se por varios motivos estamos tristes, cansados, sentimos falta de alguem, etc, ele quase nem se sente bater, parece que para e que morre... e ate certo ponto morre pelo menos uma parte de nos porque preferiamos que esses momentos nao existissem.
Ha sempre algo que nos faz cair numa relacao, ninguem e perfeito, ha sempre coisas que se podem melhorar, outras apenas se tem de aprender a viver com elas da melhor maneira possivel e aceitar a maneira da outra pessoa ser...
Mas sao muitas vezes estes momentos maus que nos fazem crescer e aprender com os erros, tornam-nos mais fortes, tornam a relacao mais forte... Resta superar as discussoes, os "empurroes de palavras"...

Para isso, estou ca eu e todos os teus amigos... Sabes que podes sempre contar comigo, para tudo, tal como seria se fosse eu que precisasse : )
Sabes o quanto te amo

Danii disse...

Eu também :p
Esta lindo amor, tudo o que disseste é verdade $:

PinkMoon* disse...

o amor é assim mesmo e muitas vezes temos de deixar o orgulho de parte para que as lágrimas não corram e muitas vezes é inevitável e só temos de ser fortes e não sair da relação. o amor não é fácil, mesmo..

Vii Henriquez disse...

sabes, cresceste tu, e cresci eu com a nossa relação. Nada na minha vida foi igual a partir do momento em que agitaste de forma soberba o meu mundo. De facto, tens razão. .. "Estamos constantemente num teste se damos valor a tudo, se correspondemos da maneira que o outro espera, tudo." ; mas e daí? aguentámos 3, aguentamos mais 3333, porque acredita nisto, o meu amor por ti, e por o nosso grande e incrivél nós, supera tudo o que haverá para superar. Já te disse isto vezes sem conta, mas volto a dizer, não sei, e friso o NÃO SEI, viver sem ti. NÃO DÁ! Eu realmente amo-te, e lembra-te não tens só a tua vida nas mãos, tens a tua, a nossa, e a minha.

amo-te, e não é pouco

MARGARIDA BELOTO disse...

obrigada ^^
também gostei bastante do teu *.*